5 de outubro de 2011

Coração apertadinho

   
Oi meninas! Tudo bem? Ia mostrar um trabalho que terminei, mas depois resolvi dividir com vocês essas coisas de mãe coruja. Meu filhote já está um homenzinho, que na segunda dia 10 vai completar 10 anos. Como presente, ele ganhou dos padrinhos  uma viagem para Natal. Na hora ficamos super felizes, ele adorou a idéia. Depois minha ficha caiu! Ia ser a primeira vez que ele ia sair do ninho, sem o papai a mamãe e a irmãzinha. Pronto, tá feito o estrago. De uns dias prá cá a viagem só aproximando e meu coração ficando pequenininho! E virava e mexia eu perguntava: -Filho, quer desistir da viagem? Ainda dá tempo! (olha o egoísmo da mãe!) Só sei que o dia chegou, é hoje, agora, tem uns minutos que ele saiu, foi para Belo Horizonte que fica três horas e meia daqui e amanhã segue para Natal. Pensa em uma mãe chorona, pensou? Isso é pouco! Tentei fazer de tudo prá me segurar mas quando a irmãzinha foi se despedir e falou: Vou sentir muito a sua falta irmãozinho! Não aguentei, desabei!
     Aí me pego pensando, que bobeira, prá que essa choradeira?! Mas sem brincadeira,  está sendo doloroso ! Eu sempre escutei minha vó dizer que a gente cria filhos para o mundo e que desde pequenos eles tem que aprender as lições da vida. Então lá vai meu "buzuzu" dar seu primeiro voo. Eu sei que ele está em ótimas mãos, meu cunhado, compadre, a minha comadre, gente boa demais. Ela é paciente, carinhosa, se enrola nas brincadeiras da criançada, e tem mais, tem a prima Ana Gabriela, que ele adora! E acreditem, eu não tive corajem de ligar prá minha comadre prá desejar boa viagem e passar aquela ladainha de mãe! Estou manteiga derretida, o que eu fiz foi começar um bilhete, que virou carta e vai chegar lá testamento.
     Gente, parece que meu filhote está indo morar em outro canto rsrsrs Quanta recomendação, quanta informação, quanto "isso não pode", quanto "isso deve"! Juro que eu não queria ser assim, queria mesmo ser uma mãe desligada, descolada, mas não consigo.
    E me desculpem vocês que não são mães e que ainda não entendem essas aflições que lhes parecem tão pequenas, e me desculpem vocês que são mães, que esperavam um post de artesanato e hoje veio um desabafo.Vou deixando uns versos do poetinha, que sempre gosto de falar e hoje cai como uma luva!
   Bjão!
   
   Poema enjoadinho

Filhos...  Filhos?
Melhor não tê-los!
Mas se não os temos
Como sabê-lo?
Se não os temos
Que de consulta
Quanto silêncio
Como os queremos!
Banho de mar
Diz que é um porrete...
Cônjuge voa
Transpõe o espaço
Engole água
Fica salgada
Se iodifica
Depois, que boa
Que morenaço
Que a esposa fica!
Resultado: filho.
E então começa
A aporrinhação:
Cocô está branco
Cocô está preto
Bebe amoníaco
Comeu botão.
Filhos?  Filhos
Melhor não tê-los
Noites de insônia
Cãs prematuras
Prantos convulsos
Meu Deus, salvai-o!
Filhos são o demo
Melhor não tê-los...
Mas se não os temos
Como sabê-los?
Como saber
Que macieza
Nos seus cabelos
Que cheiro morno
Na sua carne
Que gosto doce
Na sua boca!
Chupam gilete
Bebem shampoo
Ateiam fogo
No quarteirão
Porém, que coisa
Que coisa louca
Que coisa linda
Que os filhos são!




     

9 comentários:

FLAVIA CRISTINA C. disse...

OLÁ QUERIDA, ISSO TUDO EU ENTENDO E MÃE DE VERDADE É ASSIM MESMO, OS FILHOS PEQUENOS SÃO FRÁGEIS E PRECISAM NOSSA PROTEÇÃO , ONTEM UMA AMIGUINHA DA MINHA FILHA COMEMOROU O ANIVERSÁRIO E UMA VÃ BUSCARIA AS CRIANÇAS NA SAÍDA DA AULA, DETALHE É QUE A PROFESSORA NÃO IRIA , SÓ A MÃE E PAI DA CRIANÇA COM 20 CRIANÇAS DE 5 ANOS PARA UM PLAY, QUE TEM SAÍDA PARA UMA RUA MOVIMENTADA, SINCERAMENTE NÃO CONSEGUI DEIXAR, FUI BUSCÁ- LA MAIS CEDO. MAS O SEU MOCINHO JÁ ESTÁ MESMO NA HORA DE ALÇAR VOO, TUDO VAI CORRER BEM, APROVEITE PARA DESCANÇAR UM POUQUINHO. BEIJOCAS E ÓTIMA NOITE...

Laninha28 disse...

Hoje lendo seu post, e como mãe,me identifico com os mesmos medos,a gente cria os filhos para o mundo, mas que bom se pudesse guarda-los de baixo de nossas asas.protegidos de todo o mal, meu filho esta com doze anos e ja esta ficando com bigode,espinha e pensa que é gente e tentam soltar as asas!!!mãe é tudo igual são anjos sempre prontos a proteger, amparar AMAR!

Pepa disse...

eu não tenho filhos, mas com sobrinha ficava igualzinho, srrsrs
Mas relaxe e para não dizer que sou totalmente cruel, essa é só a primeira... tá fui Bandidha agora , srrrs
Mas vai ser tudo tão bom, vc vai ver, buzuzu, vai chegar cheio de histórias e vc vai ficar feliz, porque ele tá feliz... é assim !!!

Bjus 1000

Tricana disse...

Mãe é fogo!! Sei como é, olha que eu fiquei assim também da primeira vez que o meu filho foi de viagem com o meu marido a casa da minha mãe sem mim! Achei-me a coisa mais ridicula, ele ia com o pai a casa da avó que até é a minha mãe... não tem jeito, mãe coruja é assim mesmo :)) Obrigada pela sua visitinha lá no meu cantinho. Bjkas

Cissa Branco disse...

Amiga,

Que bom que desabafou! Não é fácil, nos sentimos impotentes ao vê-los ganhando o mundo, sinto isso com frequência. A primeira viagem sozinho terei que ser internada, kkk.
Grandes beijos

ANDRÉA disse...

Amiga, lendo o que vc escreveu
tenho que admitir que sou igualzinha.
Senti tim tim por tim tudo o que vc sentiu.
Que coisa né?????
Vou ficar por aqui tá?????
Adorei o seu trabalho!!!!
Beijos no coração
Andréa

Coisas de Melissa disse...

Oi Dú, só vi o post agora... rsss, amiga, eu estou grávida pra prmeira vez... ainda não dá pra sentir pessoalmente tudo isso, mas eu imagino, e olha eu serei do mesmo jeitinho, ou até mais rsss, mas fica tranquila que seu buzuzu está em ótimas mãos... vai ser uma experiencia muito legal para ele e pra vc também!!! Logo logo vai ser a vez da Mel hein.. rsss, bjs da Mel
Aproveitando o comentário queria saber se vc tem uma técnica para fazer furos no feltro, tipo assim, eu quero fazer um porta copos que vi que tem o formato de um limão ou laranja, com os gominhos, e tem uns que tem furinho, mas com a tesoura não dá, pq é bem pequenininho, se vc não entender te mando uma foto por e-mail, bjs da mel

ANDRÉA disse...

Bom Dia querida, seu menino já voltou?????
Viu, passei por isso uma vez.
A madrinha do meu filho mora em Ribeirão Preto, dificilmente nos vemos.
Bom, um belo dia ela veio pra cá, e fomos em uma pizzaria.
Então ela resolveu dar para o meu filho e o outro afilhado dela, um passeio para DISNEY.
Na hora, ao invés de ficar contente
já fechei a cara,e a pizza ficou intalada na minha garganta.
A viagem iria ser pra daqui 3 meses, cheguei em casa suando e não dormi a noite inteira.
Conversei com o meu filho, e perguntei se ele queria mesmo ir.
Olha só que pergunta imbecil!!!!
Seria puro egoismo da minha parte não deixá-lo ir.
Quando estava proximo do dia, ela ligou dizendo que teria surgido um problema, e que a viagem ficaria para um outro dia.
Ai, fiquei tão feliz!!!!!!
Que a minha vontade era soltar fogos e artificios.
Só que esse convite ainda está de pé.
Não é muito fácil ser mãe, principalmente como nós.
Beijos de sua nova amiga
Andréa

Géssica Maciel "Petit Pois Lilás" disse...

Ai... não fui capaz de sair sem deixar um comentário nesse post tão cheio de 'coisas de mãe'.
Tb sou assim, que nem vc!
Há algumas semanas quase surtei qndo deixei meu filhote de 5 aninhos ir passar 2 dias com meu pai (que mora a 25 minutos da minha casa - rsrsrs) e que num desses dias ia passar uma tarde num sítio de um conhecido do meu pai...
Juro, quase não dormi. Tive uma crise de ansiedade horrível com direito a mãos tremendo e tudo. Liguei mil vezes, meu pai não aguentava mais... Como vc, já dias antes enchi elezinho de "isso não pode", e "não esqueça de fazer isso..."
Mãe zelosa é tudo igual. E te digo uma coisa, é melhor e mais gratificante ser assim! Tem coisa melhor do que corujar???

Lindo post.

Bjukinhas =]