29 de novembro de 2011

Jogo de toalha patch apliqué e diário

     Um jogo de toalha bem fofo (100% algodão natural) em patch apliqué feito à mão


     Acompanhando, sabonete Puro Vegetal da Natura, com aplique de tecido.


     E embalado com carinho!


     
     O diário
         Eu queria dar à uma sobrinha um presente, uma lembrancinha para ela levar quando se mudasse do Brasil. Por conta do trabalho do meu cunhado eles vão passar dois anos no Equador. Pensei em tantas coisas e tudo era comum demais. Diário também é comum. Mas tentei fazer algo que pudesse nos manter pertinho dela mesmo estando longe. Montei o diário em um caderno simples, porém bonito, onde ela poderá além de escrever fazer colagens. Mais do que simples nós, cada fita que amarrei desejei que Ana Gabriela e seus pais (meus compadres) sejam muito felizes nessa vida nova! 


     Para marcar páginas usei fio encerado com uma florzinha na ponta


     E para finalizar algumas palavras...


               Prá vocês também...grande beijo!

26 de novembro de 2011

Dia de chuva nascem muitas coisas

      Quando a gente acorda e vê pela janela um dia assim


     Dá uma vontade de ficar na cama mais um pouco. Mas o bichinho da inquietude já me picou faz tempo então é hora de levantar. E vejo o  quintal da vizinha( um amor de pessoa, daquelas que te leva pão quentinho,sobremesa de banana, olha meus filhotes quando preciso, tem um bom papo) as jabuticabeiras estão lá me esperando, mas acho que a chuvinha que está chegando não vai colaborar...

          ...e do lado de cá, no meu pedacinho inho inho inho de terra tem  vida brotando...
   
       ...e na casinha que  há meses espera uma reforma também tem vida nascendo...

     ...será que você consegue ver? Uma abelha "mindurí" (segundo o marido que entende de assuntos abelhísticos) fechou o buraquinho com tanto capricho e deixou uma saída bem pequenina onde a gente só consegue ver sua cabecinha. E fica de lá espiando, será que é medo? E a reforma fica prá outro dia.
     
       E já que tem tanta coisa nascendo lá fora é melhor dar um jeito de abreviar tudo o que está na minha agenda,com data marcada, esperando prá nascer...



     
               Um grande beijo!

22 de novembro de 2011

Bolo de laranja

     Fiz este bolo outro dia, uma das receitas antigas que ficam no fundo do baú. Eu sempre mudo os nomes das receitas que eu adoro para nomes de quem me passou.  Experimenta aí, o bolo tia Vina,  é muito bom!
  
    Bolo tia Vina


 No liquidificador
  3 ovos inteiros
  2 colheres (sopa) de margarina
  2 xícaras (chá) de açúcar (sempre uso cristal)
  1 laranja média com casca e sem miolo (parte branca)
Acrescente:
  2 xícaras (chá) farinha de trigo
  1 colher (sopa) fermento
  Untar e enfarinhar a forma (de buraco) e assar em forno médio.
  Regar o  bolo com a  calda (ferver até encorpar)
  1 copo (americano) de suco de laranja
  4 colheres (sopa) de açúcar


   Bjão!
     

21 de novembro de 2011

Anjinho para o quarto do bebê

      Ueba!!!! Até que enfim apareceu feltro nesse blog rsrsrsr
   Trouxe anjinhos com oração para o quarto do bebê e também um quadrinho de macacãozinho. 
   São amostras para a aprovação de uma cliente, que pediu anjinhos de olhinhos azuis:
      Mas achei que ficaram esquisitinhos e resolvi modificar acrescentando uns detalhes. 


     
         Tenham uma ótima semana! Bjão!

20 de novembro de 2011

Domingo culinarístico

     Hoje eu e marido acordamos com vontade de mostrar dotes culinarísticos rsrsrs Eu estava louca para comer uma pêra que a minha mãe faz cozida na água com açúcar, um pouco de corante e (por minha conta 1 pacote de gelatina de morango), detalhe: não fica com gosto de morango. Como havia muita banana por aqui marido quis fazer um bolo (mistura para bolo sabor limão) , caramelar o açúcar, colocar bananas fatiadas e a massa por cima. O toque é o saborzinho do limão misturado com a banana! Fez careta aí? Não sabe o que está perdendo, o marido inventou esta mistura na semana passada e deu certo. Hoje eu falei prá ele vou tirar uma foto do seu bolo e colocar no bloguinho, maaaaaaaaassssssss... a estabanada aqui estava com pressa prá desenformar o bolo e ? e? e? estraguei, pronto, contei! Mas o bolo estava muito bom, então tirei a foto só da parte perfeita viu? Bjão!

          Tá vendo duas maçãs intrometidas aí? Idéia do marido rsrsrs








18 de novembro de 2011

Bolachinhas, mas não atenda o celular!

    Já faz um tempinho que a minha filha pedia para fazer bolachinhas porque ela gosta de ajudar usando os cortadores, então resolvi testar uma receita que tenho há muitos anos. É daquele caderninho de receitas que a gente começa a fazer logo quando casa rsrsrsr e dispara a copiar receita sem testar!
                                         Olha a mãozinha da minha ajudante!




   Até aqui ia tudo muito bem, era só colocar no forno e esperar dourar. Mas toca o celular e quem me chama? Minha querida, adorada e amada irmã, que mora longe de mim, nós nos falamos umas três vezes ao dia todos os dias rsrsrs E papo vai papo vem...(a gente tem assunto prá mais de metro!)



     Olha o resultado, torraram!!!! Culpa sua viu dona Mery? Mas ficaram gostosas, e vou até deixar a receita que é de dona Purezinha, esposa de Monteiro Lobato (viu que chiqueza?)


 Bolachinha Flor do Campo

 2 xícaras de farinha de trigo
 1/2 xícara de açúcar (usei cristal)
 1 colher (sobremesa) de fermento em pó
 150 gr de margarina (imagino que dona Purezinha usava manteiga)


  Amassar todos os ingredientes, fazer bolinhas e  colocar um pedacinho de goiabada no centro. Arrumar em assadeira deixando espaço entre as bolachinhas. Forno médio até começarem a ficar douradinhas.


    E eu fiquei imaginando Monteiro Lobato escrevendo as estórias do sítio, sentindo aquele cheirinho gostoso de bolacha assando e dona Purezinha passando um café no fogão à lenha!


             Estou participando do mosaico do Casa Corpo e cia
                          corre lá tem um monte de idéias legais!





16 de novembro de 2011

Tudo junto e misturado + help me!!!!

     Oi ! Como o título do post diz hoje é só mistureba, então como diria Jack, vamos por partes:
     
     1- Graças à participação no Blogueiras Unidas, no Amigo Secreto do Café e Cetim  e na galeria de divulgação de blogs da Elaine Gaspareto - Um pouco de Mim tenho recebido muitas visitas e comentários, a maioria passa para conhecer o blog e se sente à vontade para seguir. Outros passam, comentam e vão embora, se não seguiram é porque não se identificaram com o conteúdo. Entendo perfeitamente, porque isso acontece comigo também. Visito muitos blogs e com aqueles que me identifico eu sigo e vários destes que eu sigo não me seguem. O que tenho notado, muitos comentários do tipo "me segue que eu te sigo", isso desde que  iniciei o blog: a  pessoa vem, me visita, deixa o comentário, eu  retribuo a visita comento e não sigo, a pessoa volta aqui e deixa de ser seguidor. Não quero ter seguidores em quantidade, o que me importa é qualidade, àquelas pessoas que tem o carinho de dedicar um minuto do seu dia deixando comentário, dizendo se gostou, ou se não concorda com algo que eu disse. À quem está acostumado a esse comportamento de só seguir quem te segue sugiro que leia o post 10 coisas que você não deve fazer na blogosfera 01 da Cissa Branco do blog Sobre Viver em Sinop, do lado da postagem você também poderá ver:  Qual a pior gafe, deselegância, saia justa da blogosfera e das redes sociais?
     
      2- Gosto de visitar blogs e comentar principalmente quando o assunto me despertou, e muitos blogs tem as "letrinhas de confirmação" para os comentários. Quando me sinto à vontade aproveito a oportunidade de dizer ao proprietário do blog que muitas pessoas deixam de comentar por preguiça de digitar as tais letrinhas, confesso que muitas vezes eu fiz isso. Já li em várias dicas para blogs que retirando essa confirmação o número de comentários aumenta. Não tenho como confirmar pois desde que iniciei meu blog não ativei esse elemento.

    3- Agora o help!
                                                                       *Pinterest*

       1- Confesso minha ignorância bloguística e falta de capacidade de encontrar na net a resposta para esta questão: muitas vezes quando estou criando um post aparece logo abaixo de PUBLICAR POSTAGEM uma lista de  links de postagens de outros blogs e quando publico a minha postagem a lista desaparece. O que é isso? Porque aparece? Quem colocou? Há luz no fim do tunel?
       2- Procuro desesperadamente a receita de um Bolo Inglês de Natal, feito com açúcar mascavo, canela e cravo em pó, bicarbonato. Daí você me diz: tem zilhões de receitas na net! Então eu te digo este especialmente deve ser feito no dia 9 de dezembro, embrulhado no papel alumínio e guardado longe da luz até dia 24 de dezembro! Chupa essa manga rsrsrs Eu fiz este bolo há uns 20 anos e por total incompetência não guardei a receita. Vasculhei muito na net, quase virei o pc de cabeça para baixo e nada! Se você encontrar  a receita faça a caridade de partilhá-la comigo ok?
     Bjão!


13 de novembro de 2011

Jogo americano

     Oi gentem! Pode perguntar, eu deixo: Mas esse blog não é Feltro por Mim? Cadê o feltro? Mas me deu uma vontade de fazer jogo americano rsrsr Eu queria dar de presente para minha cunhada, e fui fazer meio às pressas. Mas caso precise eu vou pensar em mudar o nome para Feltro por Mim e afins, tecidos e o que mais a dona dele quiser fazer! rsrsrs Então...fiz, gostei, e ainda fiz anel para guardanapo. Agora se me conheço bem vai chover jogo americano lá em casa, vou querer um para cada dia da semana. E por enquanto é só que eu estou aproveitando o feriado aqui no Espírito Santo. Bjão!

11 de novembro de 2011

Santo Antonio e Porta documentos

     E acabou de sair do forninho, vai à passeio para Goiás, mas o destino final é fazer companhia a um casal lindo, recém casado, lá no Pará!

     E esta bailarina, depois de tantos rodopios e saltos espero que  faça um pouso feliz, porque vai morar lá na casinha da Ana Clara que mora em Pouso Alegre no sul de Minas! Bjão!





6 de novembro de 2011

Domingo de sol, dúvida cruel!

      
      Sempre fui totalmente contra a qualquer  brinquedo que imitasse armas. Toda vez que meu filho ganhava ou meu marido comprava espadas ou arminhas de água, eu dava um jeitinho e elas desapareciam.
     Mas hoje, um domingo de muito sol e depois de tanta insistência do meu filho eu me rendi e brinquei. Brinquei muuuuuuuuuuito, e tô até me sentindo parte aliviada por ter sido a primeira vez que brinquei com ele de guerrinha de água, parte culpada, por permitir uma coisa que sempre proibi e me peguei adorando! E agora? Oh!!! Como é difícil educar!